VANICE AYRES LEITE

Nome Artístico: VANICE

Local de Nascimento: BELO HORIZONTE  (MG)

Atelier: Rua Helene Antipoff, nº 696 - Bairro São Bento - CEP 30350-690 -         Belo Horizonte (MG)

E-mail:

Vanice exerceu o magistério até o ano de 1977.  Em 1983 passou a dedicar-se exclusivamente à arte.Os seus primorosos trabalhos   são realizados com tinta  nanquim e coloridos com  ecoline e desenhados com tramas, bem urdidas, ordenadas   e sugerem  rendas produzidas pelas mãos das  caprichosas  rendeiras do nordeste do Brasil. As cenas do cotidiano surgem em seus desenhos com  grande plasticidade e retrata, também, como muita fidelidade o folclore brasileiro.Foi professora bibliotecária em Escolas Estaduais e de Educação Artística e Desenho Geométrico nos Colégios: Brasileiro, Santa Maria e Tiradentes (1971 a 1977). Em 1993 teve um trabalho selecionado pela Caixa Econômica Federal para ser reproduzido nos bilhetes da Loteria Federal nº 2863-0 emitidos em comemoração ao cinquentenário da morte do Padre Eustáquio.Em 1989 recebeu o  prêmio pelo melhor Desenho no Salão  do Bicentenário da Inconfidência Mineira, promovido pelo Departamento de História da PUC (MG).

CURSOS: Desenho e Artes Gráficas pela Faculdade de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais (1968/1972)

EXPOSIÇÕES-Individuais: 1987 - Espaço Cultural da Minascaixa - Agência Afonso Pena; 1991 - Espaço Cultural da Biblioteca da Pontifícia Universidade Católica de Belo Horizonte;Coletivas:das inúmeras que participou, para que a lista não ficasse muita extensa, destacam-se as seguinte:1988 - Salão do Bicentenário da Inconfidência Mineira - Departamento de História da Pontifícia Universidade Católica (PUC) - Belo Horizonte (MG) - 1990 - 3ª Bienal de Arte Mística de Governador Valadares;1992 - Galeria Atrium - Londres - Inglaterra; 1993 - "Em Busca do Paraiso Perdido"  - Espaço Cultural do Banco Central do Brasil- Belo Horizonte (MG); "O Divino na Visão Ingênua" - Mostra itinerante promovida pelo SESC-Piracicaba (SP), que percorreu as seguintes cidades paulistas: Limeira, Itapetininga e Piracicaba; 1995 - 2º Salão de Artes Plástica de Ferros (MG); 1996: Bienal  Brasileira de Arte Naif - SESC - Piracicaba- São Paulo;  1998 - Bienal Brasileira de Arte Naif - SESC - Piracicaba (São Paulo); 1999- "Mostra Itinerante "O Folclore Junino na Visão dos Artistas Naifs"- promovida pelo SESC-Piracicaba (São Paulo); 2000 - Grande Exposição de Arte Naif promovida pela Galeria Aliance Française de São Paulo, sob os auspícios do Consulado Geral da França, São Paulo Accueli e Galeria Jacques Ardies; 2001 - Galeria Jacques Ardies - São Paulo;2002- Bienal de Arte Naif de Piracicaba;2002 -Exposiçã coletiva "Si Marié Est Trop belle" -Lourmarin - França - 2003 - "Festas Populares" - Espaço Cultura da Telemar - Belo Horizonte (MG); 2003 - "Arte Naif" - Galeria Jacques Ardies - São Paulo.